GERAL

Socorro ao Rio Grande do Sul: Sicoob promove ações de solidariedade e adota medidas emergenciais de apoio aos cooperados

Publicado em

O Rio Grande do Sul vive dias muito difíceis, consequências devastadoras das cheias que atingem todo Estado. Muita destruição e perdas irreparáveis afligem o povo gaúcho e, diante disso tudo, o Sicoob mobiliza ações de solidariedade à sociedade e de apoio aos seus cooperados.

O presidente do Sicoob São Miguel, Edemar Fronchetti, acompanhado do diretor comercial da cooperativa, Marcelo Trevisan, deslocaram-se do Oeste catarinense ao Rio Grande do Sul para acompanhar de perto as necessidades locais. Eles estão visitando todas as 20 agências da cooperativa no Estado, com atenção especial às áreas atingidas pelas enchentes, conferindo in loco quais são as principais carências nesses municípios a partir de relatos dos associados, funcionários e lideranças locais.

O roteiro iniciou na última semana pela Região Noroeste e Vale do Taquari, retomando nesta terça-feira (14) na agência de Lajeado, município que foi duramente atingido pelas cheias do Rio Taquari. O roteiro seguiu na quarta-feira em Teutônia e depois pelas unidades da cooperativa na Serra e no Vale do Caí.

 ‘O Sicoob abriu duas frentes de trabalho diante desse cenário de dificuldade. A primeira, que arrecada fundos e que destina doações em cestas básicas, materiais de higiene e limpeza para auxiliar essas famílias e empresários; e a segunda já pensando na vida futura dessas pessoas, com linhas de crédito especiais e outros benefícios para as pessoas que precisam recomeçar a vida e reconstruir suas propriedades e negócios. Concomitantemente a isso, trabalhamos com a repactuação para quem já tinha crédito contratado e teve que parar suas atividades, uma realidade que encontramos muito aqui no Vale do Taquari’, ressalta Fronchetti.

O presidente acrescenta que não serão feitos ‘pacotes’, mas negociações individualizadas, a exemplo do que ocorreu no período de dificuldades impostas pela pandemia. ‘Ao analisarmos caso a caso, certamente teremos mais trabalho, mas ao mesmo tempo seremos muito mais assertivos, equacionando com as entidades regulatórias a desburocratização desse processo, assim como buscando a habilitação do Sicoob para linhas de crédito disponibilizadas pelo governo. O desejo é de que todos consigam retomar suas vidas, torcendo para que os rios não nos visitem mais tão rapidamente. É preciso muita força para que as pessoas sigam em frente, e o Sicoob quer ser um parceiro para ajudar nesta reconstrução, com os cooperados nos indicando suas necessidades e a cooperativa se adaptando à essa realidade com soluções possíveis’, acrescenta, visivelmente emocionado.

Campanha SOS Rio Grande do Sul

Leia Também:  Criança de MT emociona voluntários com carta e doação para vítimas de tragédia em RS: 'Oro por vocês'

Com o objetivo de arrecadar doações em dinheiro destinadas à aquisição de alimentos não perecíveis, material de higiene e limpeza, móveis, utensílios domésticos e material de construção que possam auxiliar as famílias na limpeza e reconstrução de suas casas e empresas, o Instituto Sicoob, em parceria com o Coopera e as cooperativas do Sicoob, estão desenvolvendo a Campanha de Doações Emergenciais SOS Rio Grande do Sul.

Paralelamente a isso, todas as agências da cooperativa fora das áreas afetadas no Rio Grande do Sul e agências de Santa Catarina e do Paraná estão apoiando e participando ativamente de campanhas locais em seus municípios, cujos donativos arrecadados estão sendo destinados às cidades gaúchas.

O Sicoob já utilizou recursos provenientes do Instituto Sicoob. O valor foi investido na compra de donativos, como materiais de limpeza e de higiene pessoal, que foram destinados pela cooperativa para entidades assistenciais e associações de moradores de Lajeado e de Encantado.

Anúncio

Além disso, a agência de Lajeado adquiriu mais 125 cestas básicas, fraldas descartáveis, materiais de higiene pessoal e de limpeza, que foram direcionados ao CTG Tropilha Farrapa, CTG Bento Gonçalves e associações de moradores que farão a entrega dos mantimentos para famílias dos bairros Jardim do Cedro, Conservas, Santo Antônio e Morro 25. A compra desses materiais também foi possível a partir da destinação financeira por meio do Instituto Sicoob e beneficiou mais de 200 famílias lajeadenses.

COMO DOAR

Os cooperados cadastrados no marketplace do Coopera podem realizar as doações com pontos acumulados, cartão de crédito, pontos cartão de crédito e Pix, por meio da plataforma. As doações também podem ser realizadas por Pessoas Físicas e Jurídicas, por meio da chave Pix 07147834000173, ou pelo banco 756, agência 0001 e conta corrente 80.000.689-5, do Instituto Sicoob.

Essas doações podem ser realizadas até o dia 31 de maio. Para a prestação de contas, a área de comunicação e marketing do Centro Cooperativo Sicoob (CCS) divulgará, até o dia 12 de junho, os números e dados da campanha, garantindo a transparência da destinação dos recursos doados. A campanha já mobilizou mais de R$ 3 milhões e, para cada R$ 1,00 doado, o Sicoob acresce R$ 1,00, até o montante de R$ 10 milhões.

Medidas emergenciais para cooperados

As cooperativas que integram o sistema Sicoob também estão implementando uma série de iniciativas emergenciais, que visam proporcionar alívio e apoio aos seus cooperados afetados pelas enchentes no Rio Grande do Sul.

LINHA DE CRÉDITO ESPECIAL PARA PESSOA FÍSICA – Disponibilização de linha de crédito para Pessoa Física no valor de R$ 10 mil para manutenção familiar, com prazo de 24 meses, carência de seis meses e taxas subsidiadas pelo Sicoob;

Leia Também:  Engenheira cai de forro do ‘Teatrão’ durante inspeção na Capital

LINHAS DE CRÉDITO EMERGENCIAIS – Disponibilização de linhas emergenciais para Pessoa Física e Jurídica em condições diferenciadas;

CRÉDITO RURAL – Prorrogação dos vencimentos, por 180 dias, das operações vencidas e a vencer no período de 29/04/24 a 31/05/24;

CARTEIRA BNDES/FINAME – As parcelas a vencer em 15/05/24 serão prorrogadas ou renegociadas, conforme regras do BNDES;

Anúncio

CRÉDITO IMOBILIÁRIO – As parcelas a vencer em maio, junho e julho não serão exigidas no período (pausa) e distribuídas nas parcelas futuras, sem alteração do vencimento final do contrato;

RENEGOCIAÇÃO DE DÍVIDAS – Poderão ser renegociadas em condições especiais, caso a caso, atendendo aos melhores interesses do cooperado;

CRÉDITOS VENCIDOS – Suspensão da cobrança de créditos vencidos e negativações por 90 dias;

PROAGRO – Criação de um núcleo especializado para apoiar os produtores rurais que necessitarem realizar pedidos de indenizações ao Proagro;

CONSÓRCIOS – Serão acatados os pedidos de cancelamento de cotas de consórcios adquiridas em abril e maio/24, com devolução imediata dos valores pagos; e haverá isenção da tarifa de transferência de cotas de consórcio;

CARTÕES DE CRÉDITO – Parcelamento das faturas de cartões de crédito vencidas e a vencer em maio/24, com taxas reduzidas a zero, em até seis parcelas; isenção da cobrança de multas pelo não pagamento da fatura de cartão vencida em maio/24; prorrogação da data de vencimento dos cartões vencidos em maio/24, de posse dos cooperados, até a normalização do envio de um novo plástico;

MÁQUINA DE CARTÕES (SIPAG) – Isenção, por três meses, da Taxa de Desconto e da cobrança de aluguel dos terminais;

SEGURO DE VIDA – Prorrogação do prazo de cancelamento, por inadimplência, de 90 para 180 dias; indenização do sinistro mesmo que o seguro esteja com parcelas em aberto no período, dentro do novo prazo de 180 dias;

Para acessar esses benefícios, o cooperado deve procurar sua cooperativa ou acessar os canais de atendimento do Sicoob: capitais e regiões metropolitanas pelo fone 4000-1111; demais localidades pelo fone 0800-642-0000.

Novas medidas poderão ser incluídas e as existentes também podem sofrer alterações conforme regras definidas pelo governo e entidades regulatórias. O Sicoob também segue acompanhando as atualizações na busca por soluções, visando disponibilizar o melhor apoio possível aos cooperados.

Anúncio

COMENTE ABAIXO:
Anúncio

Lucas do Rio Verde

MAIS LIDAS DA SEMANA